4 dicas para fazer uma boa redação no Enem - 25 de setembro de 2014

 

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vem se tornando um ponto-chave da prova. Os estudantes que se preparam adequadamente conseguem se destacar perante outros candidatos. Valendo mil pontos, a redação serve como critério de desempate e pode alavancar ou rebaixar sua nota. O professor de português Paulo Rodrigues, reuniu cinco dicas para você fazer uma boa redação. Confira:


O que fazer


"Ler grandes autores diariamente é essencial, isso vai ajudar na capacidade de reflexão e de criação do candidato", diz. Apresentar as informações de maneira objetiva e simples, ser coerente e não fugir do tema proposto são pontos imprescindíveis. Paulo orienta, ainda, a estruturar organizadamente o texto, com introdução, desenvolvimento e conclusão. Para não fazer a redação com pressa, separe ao menos uma hora para fazê-la, utilize o rascunho e releia o texto para eliminar os erros.

 

O que não fazer

"O candidato deve ter em mente que a redação é um documento e tem de ser encarado com seriedade", orienta o professor. Para isso, leve a proposta a sério, sem fazer uso de piadas ou gírias. Em relação ao texto, evite períodos muito longos e a primeira pessoa. Busque sempre sinônimos para evitar a repetição e não utilize o mesmo argumento várias vezes. Em seu discurso, não seja preconceituoso ou desrespeite os direitos humanos.

 

 

                 

Tema


Alguns candidatos acabam fugindo ao tema e, com isso, zeram a redação. "Veja bem a proposta e a leia repetidas vezes para identificar o tema, organizar as ideias e seus argumentos", fala. Os temas geralmente trazem um viés social, como dignidade humana, violência e cidadania. Saber criar associações entre cultura, política, meio ambiente e comportamento em sociedade é importante. Não deixe de apresentar medidas e soluções para amenizar ou sanar a problemática do tema.

 

Dificuldades


"Muitos candidatos dizem ter boas ideias e argumentos, mas a dificuldade em começar a escrever faz com que alguns ‘travem'", conta Paulo Rodrigues. Uma boa solução é fazer um roteiro para organizar os argumentos e ordenar a produção. Como o primeiro parágrafo é introdutório, o professor orienta os candidatos a começarem a tratar o tema sob uma visão mais geral. Outro grande problema é o momento de "amarrar o texto", trazendo coerência e coesão à produção. Para facilitar, lembre-se do uso dos conectivos, como "portanto", "então", "além disso" etc.


Em relação ao vocabulário, a solução é simples: exercitar, variar e trabalhar a leitura. "Ler e produzir diferentes gêneros textuais é o melhor exercício para tornar o processo de escrita mais natural", diz.

 

Fonte: Ecaderno


*Com a colaboração do estagiário Matheus Fernandes

 


 

Endereço

Caes Centro
Rua São Sebastião, 516 – Santa Cruz Shopping, 2º piso–Centro
36013-260 Juiz de Fora-MG | Telefone: (32) 3215-7005

.....................................................................

Caes Zona Norte
Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 4795 - Nova Era
Cep- 36085-000 Juiz de Fora | Telefone: (32) 3223-3142